5.3.11

There's no loveeeee – Like your loveeeeeee

Tudo começou com um açoite no rabo, um lombo no forno e um termoventilador no banho. Enquanto eu punha base e ele fazia a barba, saiu-me das cordas o Bryan Adams com a obra que mais fez pela criança romântica que viria a transformar-se nesta puta que vos escreve. You know it's trueeeee, everything I doooooo e, aí, apanhada na estrada da lamechice com um xixizinho nas cuecas, ouvi-o continuar ao meu lado I do it for youuuuu. E então soube-o: havia nascido um amor – o amor entre dois cretinos.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial