7.7.11

Ilustração de decadência

Em Do Céu Caiu uma Estrela, um homem que alimentava o sonho de conhecer o mundo e ser dos que o mudam, vê-se preso por uma sucessão de infortúnios à sua pequena e chata povoação. Quando já tudo correu mal, considera o suicídio, momento em que um anjo lhe mostra como seria a vida na povoação e dos que lhe são queridos se ele nunca tivesse nascido. É uma fábula simples e bonita, embora a cidade que o anjo lhe mostre seja agora um corrupio nocturno de bares e estabelecimentos com música, uns bilhares e muita gente na rua, o que cria alguma dificuldade no cidadão contemporâneo em entender o horror que George Bailey experimenta quando passeia pelas ruas. A Puta, no entanto, não teria qualquer problema em entender a questão e também ela teria implorado ao anjo que lhe devolvesse a sua vida. Porque, sem excepção, em todos os bares de Pottersville, a cidade corrompida, se ouvia o swing instável de jazz tocado ao vivo.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial